quarta-feira, 30 de abril de 2008

Mãe, olha o mico

Texto para o TDB da Capricho

Minha mãe me disse que quando ela me segurou nos braços pela primeira vez o seu primeiro pensamento foi: "Deixa eu olhar bem para a carinha dela para que
não troquem minha neném na maternidade." E desde 1991 parece que a única coisa que ela tem feito é olhar bem para a minha carinha, pois nada que eu faça parece passar em branco.
A verdade é que a maioria das lembranças que eu tenho de mim e da minha mãe consiste em nós duas brigando. N
ão importa se eu tenho sete, dez ou dezessete anos, se eu e a minha mãe passamos mais de uma hora juntas, seja ao vivo, por telefone ou pelo computador, cabeças sempre rolam.
Mesmo assim eu n
ão sei o que seria da minha vida sem a minha mãe. Mesmo com tantos gritos, choros e mordidas, existe entre nós um amor que ultrapassa qualquer entendimento ou, no nosso caso, desentendimento. Foram inúmeras as vezes em que eu quis jogar mamãe do trem, mas, se eu estou longe, só penso em traze-la para perto de mim, esquecer todos os traumas e todas as mágoas ainda guardadas e dizer para ela o que eu nunca digo.
A minha mãe é a única pessoa constante na minha vida, muitas vezes ela acreditou mais em mim do que eu mesma. E, mesmo que ela tenha errado de vez em quando, eu sei que tudo o que ela faz é pensando no meu bem e na minha felicidade. E é por isso que eu sei que n
ão importa o que eu faça, eu sempre terei a minha mãe de péssima estrutura emocional me amando da maneira peculiar e especial que só ela sabe.

3 comentários:

Francisca Nery disse...

Sabe que as vezes quem mais ama é também quem mais odeia, né? Tem dias que, sim, quero jogar minha mãe longe... Mas incrível como pensar na vida sem elas fica até sem graça!
Gostei do seu post =)

Lucas Coimbra disse...

Continua atualizando!
Seus textos fazem aquela falta...

Rafael Damaso disse...

halo malu... wahrend du bist nun eine madchen bin ich nur ein rotenkopf :( du bist immer eine freunde von mir ich sage und ich bin frohe dass ich habe dir gefindet... also mache ich gern ein andere blog dass du muss lesen danach kritizieren... parando de viagem na maionese aqui... saudades... to recriando meu orkut por motivos alheios a minha vontade sabe como e... bom to add no gas e no caos... eu andei lendo seu blog vou comentar mto em breve... to terminando de compor os meus blogs e vou abri-los em breve ao publico... sao pequenas cronicas e historinhas brasilonicas em um e no outro minhas ideias politicas que apesar de mto legais modestia a parte precisam de um pouco mais de estilo sabe como e... bjo malu saudades... vou deixar o link do meu blog em breve...