sexta-feira, 18 de julho de 2008

O fim do arco íris


Texto para o TDB da Capricho


Um amigo é a expansão da nossa alma, e a minha, tão grande, foi para dois lados. E eu não sei muita coisa, mas eu sei que eu sinto de mais e que nos últimos cinco anos eu aprendi que um amigo é alguém igual à nós, mas com a diferença de que ele, mesmo nos conhecendo, gosta mais da gente do que nós mesmos.
Eu agrade
ço por todos os momentos maravilhosos que nós passamos juntas, agradeço pelas situações contrangedoras e por aquele dia em que vocês estavam me pentelhando na aula e eu comecei a chorar. Até as brigas, até os momentos banais e até a dor de não ver vocês todos os dias são enriquecidas pelo simples motivo de vocês estarem envolvidas.
E mesmo vivendo tanto t
ão longe de vocês, (só mais seis meses), eu sei que basta menos do que um abraço para que eu sinta que eu devo ter agrado muito à Deus, pois ele fez vocês entrarem na minha vida. E correndo o risco de soar ainda mais clichê, eu digo bem alto que, Natália e Ana Carolina, "love will keep us together".
Obrigada por conhecerem as minhas marcas e por ainda ficarem por perto. Obrigada por me conhecerem e por ainda serem minhas amigas. E obrigada pelas vezes em que vocês me fizeram ter muita raiva de vocês, no dia seguinte eu sempre percebi que vocês n
ão me fazem sentir nada que não seja amor. Feliz dia do amigo e até o ano que vem.

2 comentários:

Natalia disse...

é tao bom sentir que a amizade é verdadeira! Ainda mais quando vem em dose dupla!

:) Bjoks

Mille disse...

amigos,são presentes de Deus em nossas vidas..é piegas mais é a pura verdade
beijãoo