sábado, 25 de outubro de 2008

Novo amor

Um novo tipo de amor
Geneticamente alterado
Sozinha no escuro
Andando com cuidado

Para não cair por você


Venha para cá, menino

Venha para cá


Um novo tipo de amor

Com vida própria

E meus amigos dizem

"Saia de perto da porta

Ninguém te procura"


Vamos para lá, menino

Vamos para lá


Uma maneira de fugir

Da sua inconstância

Eu nem sempre te escuto

Mas, eu sei
Você sabe que eu sei

Não
bole desculpas novas
"O cachorro comeu meu dever de casa"
Isso ainda serve

Pois esse é um novo tipo de amor
À prova da dor


Um novo tipo de amor

Sem nada que nos prenda

Eu continuarei a dizer

"Divirta-se no final de semana"

O meu rosto é familiar

Venha para cá, menino
Venha para cá

Um novo tipo de amor

Eu me apaixonei pelo sentimento

A espera é melhor
Do que o encontro

Mas nem sempre

Vamos para lá, menino

Vamos para lá

Eu digo e arranho e imploro

Seja meu hoje

Eu sangro e preciso e respiro

Fique aqui hoje
Você me conheceu naquele sonho




2 comentários:

Yuri disse...

Calma, Malu!Já respondi seu email!
hauhauhauha

Beijo e Saudade!=)

Lucas Coimbra disse...

Venha para cá, menina
Vamos para lá..


- Já nem sei o que é essa saudade..